18 de out de 2012

Parabéns aos médicos pelo seu dia!



Leia o discurso que fiz hoje na tribuna da Câmara Municipal, em homenagem ao Dia do Médico.



“Curar quando possível; aliviar quando necessário; consolar sempre”. Hoje, dia 18 de outubro, é comemorado o Dia do Médico. Uma data especial, que serve para convidar a sociedade à reflexão sobre a importância do profissional de saúde, disponível 24 horas por dia.

Dedicação máxima à profissão, gostar de estudar e conhecer as novidades da área, saber se relacionar com as pessoas de forma humana, capacidade de análise de situações (saber diagnosticar): Isso é apenas o básico exigido de um futuro médico. A medicina é, antes de tudo, um sacerdócio.

Atualmente, porém, não temos muitos motivos para celebrar, já que a profissão enfrenta uma série de dificuldades para seu exercício. Profissionais mal remunerados, com baixa autoestima, muitas vezes  responsabilizados pela situação caótica do sistema de saúde.

Se nas clínicas e hospitais particulares a relação com os convênios é das mais difíceis, o que vemos na rede pública é de se lamentar. Hospitais que já foram referência hoje penam com o abandono. E o que o  cidadão vê, sofre e reclama, com razão, dói também na classe médica, pois a missão do médico é salvar vidas.

Além dos problemas estruturais, há também a questão gravíssima da defasagem salarial. E com a entrada das organizações sociais, a situação piorou muito. Um médico recém-formado, contratado por uma dessas OSs, pode receber até três vezes mais que um profissional concursado.

A saúde está mal gerenciada. Um setor tão importante não pode ser tratado como joguete nas mãos do administrador de ocasião. A culpa, no entanto, não pode ser atribuída ao atual prefeito ou governador. A situação atual é fruto do descaso de décadas, não só com o médico, mas com toda a sociedade, que paga impostos altíssimos e vê recursos públicos indo para o ralo.

O médico encontra-se no olho do furacão. Mas, ainda assim, vai em frente, fazendo a sua parte da melhor maneira possível. Parabéns aos médicos de todos os cantos deste país!

Desta tribuna, e de outros fóruns, vamos continuar lutando por uma saúde de qualidade para o povo.

Por fim, gostaria de lamentar a oportunidade perdida pelo Ministério da Saúde, que vai treinar agentes do IBGE para aferir a pressão arterial de 16 mil pessoas em todo o país. Elas terão, ainda, sangue e urina coletados para exames de diabetes e anemia. Porém, mais uma vez, a prevenção à doença renal crônica foi neglicenciada.

Obrigado a todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário