13 de set de 2012

Comitê Gestor: solução para as águas da cidade

Como líder do Partido Verde, mais uma vez quero salientar a importância da indicação que fiz à prefeitura, sobre a criação de um comitê gestor de praias, complexos lagunares, canais e marinas. Reivindico que o executivo mande um projeto de Lei autorizando o município a criar esse comitê, em conjunto com o estado.
Esse comitê atuará como órgão regulador das atividades comerciais, esportivas, turísticas, de lazer e de transportes. Também vai estabelecer um patamar de diálogo entre as diversas instâncias governamentais.

Caso o comitê já estivesse em atuação, não aconteceriam situações como as obras de recuperação do canal da Avenida Visconde de Albuquerque, no Leblon, que ainda não saíram do papel. As paredes do canal estão se deteriorando e os moradores reclamam do despejo irregular de lixo e esgoto, a maior parte vinda da Rocinha.
Problema parecido acontece no rio Joana, que divide as pistas da Avenida Professor Manuel de Abreu, atrás do Hospital Pedro Ernesto, em Vila Isabel. Quem passa por ali sente um forte mau cheiro, porque o esgoto corre diretamente para o rio, em vez de ir para a rede coletora normal.

Esses são exemplos de demandas recentes que recebi.
A proposta da criação do comitê traria foco e agilidade, livrando os cariocas do imobilismo em relação a um assunto que há décadas é um problema para nossa cidade, entrecortada por rios, canais e lagoas e banhada por praias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário