22 de jun de 2012

Líderes indígenas querem três minutos para falar na Rio+20







Um grupo de líderes indígenas esteve nesta quinta-feira no Riocentro para entregar um documento com as demandas de seus povos aos organizadores da Rio+20. O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, recebeu-os depois de alguns deles serem barrados na entrada por não terem credenciais de acesso.

Entre as principais reivindicações do grupo, o reconhecimento da cultura como um dos pilares do desenvolvimento sustentável. O líder Marcos Terena pediu, em nome do grupo, três minutos para discursar oficialmente na conferência. “Se a ONU realmente quer criar um mundo mais justo, precisa ouvir a voz do indígena sobre equilíbrio e sustentabilidade”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário