20 de jun de 2012

Dr. Edison da Creatinina assiste a debate no Rio Centro





Presidente da Comissão Especial de Acompanhamento da Rio+20, o vereador Dr. Edison da Creatinina acompanhou o debate Medindo o Desenvolvimento Sustentável, que aconteceu como parte da programação paralela do Riocentro nesta quarta-feira (20 de junho). Os participantes observaram que o papel dos governos será fundamental para estimular o setor privado, sinalizar o caminho, estimular e regular o processo de migração para a economia verde.

Segundo eles, a economia verde já está dando mostra de que poderá ser um bom negócio para os países, pois o custo de migrar para uma economia de baixo carbono será menor do que o custo de não agir diante da ameaça dos danos que a economia marrom pode causar. E a mudança será difícil, mas possível de ser realizada.
"Os debatedores acreditam que este é o momento certo de os países fazerem a migração. A pressão sobre o planeta é grande, mas ainda há tempo para fazer mudanças. Não podemos perder a oportunidade, sob pena de termos que gastar muito mais para conter os danos potenciais”, relatou o vereador.

Os participantes salientaram que temos que nos preocupar com a pressão local em nossas cidades e acompanhar os impactos externos, que seriam de responsabilidade global. E a maneira de acompanhar isso seria incorporando ao indicador de desenvolvimento o grau de sustentabilidade. Estabelecer um parâmetro que sirva para todos os países é o grande desafio.

Os governos precisam criar uma estrutura com a visão de prevenção, ou seja, reduzir o risco e crescer mais lentamente, seria melhor do que crescer de forma insustentável e ter depois que gastar muito mais para conter os danos. Para reduzir riscos, deve-se investir no capital natural e no capital humano e social de forma equilibrada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário