15 de jun de 2012

Cúpula dos Povos da Rio+20 atrai militantes e público em geral


Hoje, no primeiro dia da Cúpula dos Povos*, uma multidão invadiu o Parque  do Flamengo para conhecer as propostas da sociedade civil organizada sobre questões ambientais e sociais.
O vereador Dr. Edison da Creatinina compareceu ao evento e visitou muitas barracas, ouvindo propostas e apresentações das ONGs de vários intereses e segmentos sociais. Visitou a tenda da Ordem DeMolay, representada pelo capítulo Perfeita União nº 15.
Ali  ouviu uma apresentação dos componentes da Ordem sobre as metas de avanço na luta pela ecologia, pela civilidade, ética e sobre as preocupações com o destino da humanidade.  Segundo os DeMolay, a juventude moderna tem se destacado de forma negativa no que diz respeito ao valores de sociedade e respeito ao próximo. A Ordem demolay trabalha com valores universais para a formação de jovens e promove a integração em sociedade, respeito, integração familiar e formaçaõ de líderes.
Dr. Edison e Pai Zezito D'Oxum
O Dr. Edison da Creatinina falou para os jovens com muita propriedade. Pelo fato de ser médico, preocupado com a saúde das pessoas , traz para si valores pregados pelos jovens dessa Ordem. O vereador chamou os representantes da Ordem DeMolay para tomarem seus lugares como líderes e entrarem na política, com o intuito de alavancar uma melhora na situação política do país. Essa revolução depende da participação popular para dar qualidade aos trabalhos como os realizados na Câmara Municipal do Rio. Somente a sociedade organizada pode mostrar sua força, do contrário, não adianta reclamar como se fosse adiantar. Apontou o vereador.
Os DeMolay são uma Ordem de valor para a sociedade e com isso tem a responsabilidade de provocar essas mudanças nessa sociedade do qual estão inseridos.
Circulavam pelo Parque do Flamengo muitos índios, representantes religiosos de várias matrizes, estudantes, representantes de Organizações Não- Govenamentais, ambientalistas e muitos curiosos. Muitos aparatos tecnológicos, índios com tablets, muita venda de artesanatos indígenas e alguma desorganização.
O som de algumas barracas sufocava a apresentação de tendas menores. Não havia coleta seletiva e algumas questões técnicas deixaram a desejar, como instalações de pontos de luz e tomadas que deixaram muitas barracas e tendas no breu. Havia alimentação em quantidade suficiente, mas cara, coisa  para turistas. O espaço estava bem policiado mas quando a noite caiu havia muitos focos de escuridão total.
Dr. Edison da Creatinina conversa com DeMolays

A cupula dos povos simboliza um contraponto à Rio+20 oficial que acontece no Riocentro. Espera-se que aproximadamente 18 mil pessoas compareçam aos espaços da Cúpula, distribuidas em aproximadamente 120 tendas. O dobro de presenças do registrado na Rio 92.

Continue acompanhando nosso blog. Estaremos produzindo observações e contextos para você saber o que acontece nesse grande evento do planeta em terras cariocas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário