30 de nov de 2012

Cadê o trabalho?



Novembro chega ao fim e, novamente, a Câmara Municipal dá razão a seus detratores. Foram pouquíssimas sessões, quase nenhum trabalho a se mostrar para a população. Temos projetos aguardando votação a perder de vista, mas vereadores a contar com os dedos nas sessões. Ou seja, há o que se fazer, mas não há disposição dos nobres colegas, essa é a verdade.
Cada vez mais tenho a consciência de que é preciso reinventar a relação da Casa com a população. As pessoas acabam tendo uma noção errada do papel do vereador e do alcance das nossas atitudes. O atual estado de coisas só beneficia quem prefere se esconder na sombra. O povo precisa tomar o que é seu.
        Eu temo pelo que poderá acontecer com a cidade nesses próximos quatro anos... É tanta coisa acontecendo que é absolutamente impossível para uma pessoa acompanhar tudo sozinho. Copa, Olimpíadas, e uma vontade louca de gastar dinheiro por parte da prefeitura e do governo do estado. 
         Precisamos conhecer as ferramentas de acompanhamento dos gastos e investimentos da prefeitura, bem como as decisões que esta Casa tomará sobre diversas matérias. Só assim conseguiremos evitar que o Rio saia prejudicado.
         Assim como fiz durante esses dois anos em que tive o prazer de exercer a vereança, vou continuar acompanhando e fiscalizando do lado de fora. E você?

Nenhum comentário:

Postar um comentário