6 de set de 2012

Faltam ideias novas para solucionar velhos problemas



O colunista J. R. Guzzo, em artigo publicado na edição desta semana da revista Veja (As cinco ideias que mudam tudo – edição 2285), faz um apelo aos candidatos para que aprendam com os bons exemplos de outras cidades ao redor do mundo, como a capital colombiana, Bogotá, no que se refere à gestão das cidades.  
Ele cita a falta de ideias novas para buscar soluções para velhos problemas, como os incentivos ao uso de automóveis nas regiões centrais. A falta de amor dos candidatos pelas cidades que habitam, segundo Guzzo, reflete-se na excessiva preocupação dos postulantes a cargos eletivos com o tempo de televisão.
Não há mais tempo para discutir o sexo dos anjos. No caso do Rio, é urgente que se reveja o modelo de desenvolvimento que queremos. Implodir elevados, gastar bilhões de reais em túneis, vias expressas e outras obras faraônicas terão pouco ou nenhum valor, caso o conforto para os habitantes não seja levado em consideração.
Não haverá vias suficientes para suportar o número cada vez maior de automóveis despejados nas ruas todos os dias. A solução é o investimento em um transporte público de qualidade, interligando os diferentes meios de locomoção. Guzzo acerta de novo ao afirmar que, pela importância econômica das regiões metropolitanas, deveria haver um empenho maior por parte dos candidatos, mas, infelizmente, o que se vê é "um desfile de ideias mortas". 

Nenhum comentário:

Postar um comentário