22 de ago de 2012

Palestra para médicos e residentes no Fundão


Hoje pela manhã fui convidado para dar uma palestra no Hospital Clementino Fraga Filho (Fundão), para médicos e residentes, sobre minha trajetória como médico nefrologista e professor e sobre como minha luta para popularizar a importância do exame de creatinina me levou a ocupar uma vaga de vereador na Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

Contei sobre minha missão, sobre as etapas e dificuldades enfrentadas nessa trajetória. Narrei a história de pacientes que tratei e que, infelizmente, por falta de conhecimento sobre a importância da dosagem da creatinina, se tornaram doentes renais, precisaram fazer diálise, transplante, e até faleceram.

A primeira vez que me candidatei, tinha o objetivo de aparecer na TV e falar da creatinina. Uma conjunção astral permitiu que eu fosse colocado como segundo suplente nessa eleição. Nas últimas eleições, a então vereadora Aspásia Camargo foi eleita deputada estadual e eu fui convocado para assumir a vaga deixada por ela.

Para servir melhor à população, fiz cursos de especialização no Legislativo, propus projetos de lei, dos quais tive quatro aprovados, promovi audiências públicas para debater a  covardia que grandes empresas estão fazendo contra os pescadores artesanais, dei voz aos representantes das comunidades negras interreligiosas, ampliei discussões sobre mobilidade, transplantes, idosos e deficientes. 

Apresentei, ainda, emendas para melhorar o serviço de transplantes aos pacientes, que somaram R$520 mil. São elas: a ampliação do acesso e qualificação do cuidado em saúde renal através de campanhas nas diversas áreas de planejamento da cidade, no valor de R$80 mil; o treinamento de profissionais nos processos de captação de órgãos nas unidades de emergência, com R$90 mil.

Também estão entre minhas emendas a criação de um banco de pele para atender ao centro de tratamento, com custo de R$220 mil, e a implantação, também no Souza Aguiar, do serviço diferenciado de atendimento a pacientes aguardando transplantes, com custo de R$130 mil.
Fiz também requerimentos de informação ao executivo cobrando ações por parte da prefeitura.  Hoje, um ano e sete meses depois de assumir esse compromisso com a cidade, estou apto a representar o cidadão, com responsabilidade, ética e compromisso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário