3 de ago de 2012

Líder da Ahomar recebe novas ameças

Apesar de 500 pessoas no auditório, quatro assassinatos, dois pescadores desaparecidos e quatro mil famílias sem peixe, nem uma linha nos grandes jornais sobre a Audiência Pública da Pesca ou sobre a manifestação dos pescadores da Ahomar. Depois do grande barulho, porém, não tardaram as represálias: O presidente da associação, Alexandre Anderson, recebeu novas ameças de morte. Todos os integrantes da diretoria da entidade estão sendo retirados de suas casas.

Ainda temos centenas de pescadores sem a mesma proteção, o que nos deixa muito preocupados. Precisamos compartilhar esta mensagem para que mais pessoas fiquem sabendo da situação dos homens do mar e para exigir das autoridades uma investigação séria.

As informações ainda são desencontradas. Nossa equipe está apurando os fatos e trará mais informações assim que possível. Temos que nos manter atentos e vigiar para que fatos como essa campanha de desinformação que está sendo empreendida não comprometam a credibilidade do líder da Ahomar perante a opinião pública e seus colegas pescadores.

É um absurdo que em pleno estado do Rio de Janeiro tenhamos casos como o de Anderson e milhares de pescadores. É preciso chamar a atenção da imprensa internacional. A situação é cada vez mais tensa e perigosa, e isso às vistas da Secretaria Estadual de Segurança Pública, dos Ministérios da Justiça e da Pesca e da Secretaria de Direitos Humanos. Corremos o sério risco de ganhar mais um mártir.

VÍDEO GRAVADO DIA 13 DE JULHO EM VISITA A AHOMAR


ATUALIZADO - 13:40
Diante das notícias divulgadas, venho esclarecer que NÃO SOFRI UM ATENTADO no dia de hoje, 3 de agosto de 2012.
No entanto, há, sim, um agravamento da situação de ameaça e vulnerabilidade contra minha pessoa, meus familiares e os pescadores da Ahomar.
Agradecemos as manifestações de preocupação e solidariedade.
A situação é muito grave e exige que estejamos todos alertas e solidários.
Em breve, enviaremos mais informações. 
Alexandre Anderson.

Nenhum comentário:

Postar um comentário