10 de ago de 2012

BRT: Vereador apresenta requerimento de informações


Dr. Edison da Creatinina

Mais uma pessoa morreu atropelada no BRT Transoeste. Desta vez, próximo à estação Bosque da Barra, na tarde desta quinta-feira, 9 de agosto. É o terceiro acidente com morte desde a inauguração do corredor, em junho. A vítima não foi identificada, pois estava sem documentos. A Secretaria Municipal de Transportes afirmou que havia controladores de tráfego próximos ao local, mas a vítima teria atravessado fora da faixa de pedestres.

Já falei sobre o Ligeirão e seus problemas em outro post ("Ligeirão: corredor de perigos já chamado de BRTrem – 24/07"). Desde então, pouca coisa mudou. Para quem anda de ônibus, apesar de rápido, o BRT vive lotado. Para quem vai de carro, a perda de uma faixa na Avenida das Américas continua a causar lentidão. Para quem anda a pé, as paradas são distantes dos sinais, o que motiva as pessoas a arriscarem a vida atravessando as pistas.

Cabe uma reflexão sobre a construção dos corredores expressos, que vêm mudando radicalmente a cara de vários bairros. Um tipo de progresso que, talvez, traga mais problemas que soluções. A população faz pouca ou nenhuma ideia sobre o que as espera.

A prefeitura não fez muita força para mostrar às pessoas o que vai mudar, por onde vão passar etc. Por esse motivo, encaminhei à Secretaria Municipal de Transportes um requerimento de informações para tentar conhecer o impacto dessas obras. Foram elaborados um estudo e um relatório de impacto de vizinhança, conforme estabelece a Lei Orgânica do Município? A Secretaria tem 30 dias para responder. Estamos de olho!

Nenhum comentário:

Postar um comentário