5 de jul de 2012

Visita ao Hospital Souza Aguiar avança para implantação de um banco de pele carioca

Hoje, o vereador Dr. Edison da Creatinina esteve no Hospital Souza Aguiar (HSA) para obter informações para implantação do primeiro banco de pele para transplante do estado Rio de Janeiro. No ano passado, ele fez emenda ao orçamento 2012 do município para que a Prefeitura do Rio de Janeiro pudesse destinar verba de R$220 mil para a construção, adaptação e manutenção da estrutura do banco, que auxiliará nos procedimentos de recuperação de queimados não só do HSA, mas também de muitos hospitais que recebem e tratam queimados de alto risco.

O Dr. Edison da Creatinina conversou com a Dra. Maria Cristina Serra e com o Dr. Leonardo Bravo, do Centro de Tratamento de Queimados, para conhecer melhor as necessidades e dinâmicas de uma implantação desse porte. Eles revelaram que um banco de pele não apenas promove uma grande economia aos cofres públicos, pois devolve o paciente para casa mais cedo, mas também amplia o desenvolvimento das pesquisas na área de transplante de tecidos.

Ao final da visita, o vereador se comprometeu a marcar uma reunião com o coordenador do Programa Estadual de Transplantes (PET), Dr. Eduardo Rocha, para debater alternativas para a criação do banco de pele na cidade do Rio de Janeiro. Atualmente, o Brasil dispõe de três grandes bancos de transplante de pele: em Porto Alegre, São Paulo e Recife. A diferença do número de bancos é grande quando comparado aos Estados Unidos, por exemplo, onde há 60 bancos de pele distribuídos por todo o país.

O Dr. Edison da Creatinina preside na Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro uma comissão especial para acompanhar a situação dos transplantes nos hospitais públicos municipais da cidade e promoveu uma audiência na casa para avaliar a situação dos transplantes, especialmente os de tecidos – pele e córnea. Dr. Eduardo Rocha esteve na reunião e informou que o PET coloca à disposição o número 155 para quem desejar doar tecidos e órgãos.
















Nenhum comentário:

Postar um comentário