15 de fev de 2012

Realizada etapa carioca da Conferência sobre Transparência e Controle Social

O Vereador Dr. Edison da Creatinina esteve na mesa de abertura e participando dos grupos de trabalho durante os dias 13 e 14 de fevereiro em que foi realizada a Consocial, a 1ª Conferência Nacional sobre Transparência e Controle Social, que é uma realização da Controladoria-Geral da União, CGU, e reuniu aproximadamente 200 pessoas no Centro de Convenções da Sul América, no bairro da Cidade Nova, Rio.

Convocada por Decreto presidencial (de 8 dezembro de 2010), a 1ª Consocial está realizando etapas preparatórias e espera mobilizar mais de 1 milhão de brasileiros que serão representados por cerca de 1200 delegados em uma etapa nacional, nos dias 18 e 20 de maio de 2012, em Brasília.

O objetivo do processo e dessa conferência, que tem também participações livres e virtuais, é estimular a participação da sociedade no acompanhamento da gestão pública, promover a transparência pública e um controle social mais efetivo e democrático

O resultado da realização da 1ª Consocial, com suas propostas resultantes de todo o processo de conferências, vai servir de subsídio para a criação de um Plano Nacional sobre Transparência e Controle Social, podendo vir a influenciar diretamente as políticas públicas, projetos de lei e ainda compor agendas de governo em âmbito municipal, estadual ou nacional.

Veja detalhes desse processo em http://www.consocial.cgu.gov.br/a-consocial/

Com um público diversificado, composto por representantes da sociedade civil e do poder público, o encontro possibilitou uma grande troca de experiências. Aconteceram discussões em eixos propostos, utilizando-se o método de eliminação das propostas menos votadas, que foram posteriormente colocadas a todo o grupo para nova votação de 20 propostas que serão levadas à Conferência Estadual, a ser realizada dias 17 e 18 de março deste ano.
Paralelo a isso, foram realizadas as eleições dos delegados, dentre os quais foi escolhido o vereador Dr. Edison da Creatinina, para a incumbência de levar as propostas aprovadas à etapa Estadual e defendê-las na ocasião. São 74 delegados, responsáveis por defender essas propostas, sendo 52 representantes da sociedade civil, 15 do Poder Público e 7 de Conselhos Municipais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário