16 de set de 2011

Ciclovia da Tijuca, o perigo pede passagem

Esquina não orienta o ciclista e pode provocar acidentes
Existe uma meta anunciada pela Prefeitura do Rio de dobrar a malha cicloviária da cidade até 2012, em relação ao que havia sido feito até 2008. São mais 150 quilômetros de ciclovias. Também de instalar bicicletários nas estações dos BRTs (Bus Rapid Transit). O plano inclui transformar o Rio em Capital da Bicicleta. As rotas estabelecidas para dotar o bairro da Tijuca de uma malha cicloviária interligam pontos de interesse comercial, de educação, de lazer e de entretenimento, o sonho de todos os usuários da bicicleta como meio de transporte. Ligarão a Quinta da Boa Vista e o Maracanã à estação do Metrô na Praça Saens Peña. Havia também o projeto de seguir até o Alto da Boa Vista. É crucial a sinalização que vai tornar mais seguro o trânsito dos ciclistas nas ciclovias e ciclofaixas, onde ele divide espaço com pedestres, mas principalmente o reforço na educação das duas partes.
A foto acima  mostra trecho da Rua Major Ávila, onde ainda não houve a preocupação de colocar um aviso para o pedestre, que ao virar à direita, na calçada, pode ser atropelado por uma bicicleta. A próxima foto  mostra que para construir a ciclovia, a Prefeitura utilizou uma faixa inteira da rua, estreitando mais ainda a via de tráfego local,  já assoberbada.  Observando melhor, podemos ver pedestres que já ocupam o espaço como um prolongamento da calçada.

Ciclovia e estacionamento ocupam duas faixas na rua

Placa indicativa sem destaque em poucos pontos
Acompanhamos um longo trajeto da nova ciclovia na Tijuca e observamos que ainda precisamos melhorar muito para  integrar a cidade por esse modal. A ciclovia na calçada obriga o pedestre a compartilhar a mesma com as bikes. Em muitas partes, como mostra a foto abaixo, são utilizadas pinturas no chão, que separam o tráfego de carros, das bicicletas. Em outros pontos, a ciclovia  simplesmente acaba, subitamente.

Faixa divisória entre as bicicletas e o trafego de veículos


Nenhum comentário:

Postar um comentário