19 de ago de 2011

Comissão da Rio + 20 avança nas discussões e estabelece as diretrizes do GT

Com o objetivo de discutir as questões da Conferência Rio+20, a Comissão Especial que tem a finalidade de acompanhar o evento, no âmbito do Município do Rio de Janeiro, se reuniu na última quarta-feira (17/08) para estabelecer as diretrizes do grupo de trabalho.

A Rio+20 – Conferência das Nações Unidas em Desenvolvimento Sustentável - acontecerá em julho de 2012, no Rio de Janeiro, e será organizado pela ONU – Organização das Nações Unidas. Considerado o mais importante encontro ambiental em nível mundial até hoje, o evento terá 18 conferências nacionais, além de diálogos entre setores da sociedade civil e painéis regionais.

O presidente da Comissão, vereador Dr. Edison da Creatinina (PV), iniciou a reunião expondo os motivos da sua ausência no encontro da última sexta-feira (12/08), com o vice-prefeito Carlos Alberto Muniz, secretário de Meio Ambiente. Ele aproveitou a oportunidade e sugeriu que a Comissão elegesse um representante para acompanhar as reuniões de trabalho da Prefeitura sobre a Rio+20. O vereador Tio Carlos (DEM) indicou o vereador Dr. Edison da Creatinina como representante. A indicação foi aceita por todos os membros. Tio Carlos também criticou a participação da Prefeitura na organização do evento. “O Executivo Municipal não tem comando sobre as ações da Conferência e as grandes decisões estão a cargo da ONU e do Governo Federal, sendo que o Executivo tem limitado poder de intervenção, “ disse o parlamentar.

A comissão também conta com a participação dos vereadores Dr. Eduardo Moura (PSC) como relator e Professor Uóston (PMDB) como membro.

Matéria publicada pelo DCM em 18/08/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário