2 de mai de 2011

Marina Silva RJ - Transição democrática do PV

Ato de transição democrática do PV reuniu no domingo, 1º de maio, aproximadamente 500 pessoas no auditório do IAB Rio. Compondo a mesa estavam: Marina Silva, Fernando Gabeira, os deputados federais Alfredo Sirkis e Dr. Aluízio, os deputados estaduais Aspásia Camargo e Xandrinho, os vereadores do Rio Sonia Rabello, Dr. Edison da Creatinina e Paulo Messina. O interior do Estado foi representado pelo vereador Baianinho (de Barra Mansa); de São Paulo, como convidado, veio Maurício Brusadin, presidente da Executiva estadual do PV paulista.
O encontro teve a proposta de discutir um novo processo democrático para o partido, que quer aproveitar o grande resultado eleitoral de Marina Silva para rever as atuais estruturas organizacionais, estatuto e estratégias de crescimento do PV em todo o país.
Os parlamentares cariocas são unânimes quanto à necessidade de mudanças e mostraram nesse domingo uma predisposição para fazer dar certo as propostas de democracia. Para Alfredo Sirkis, os filiados só terão vontade de participar do processo político se tiverem a certeza de que podem ter voz nas decisões por uma via democrática e que cada vez mais as pessoas querem deixar de ter um papel passivo e querem eleger as direções municipais que hoje são nomeadas. Sirkis disse ainda que os filiados precisam ser recadastrados e melhor informados para participarem do voto, pois chegam ao partido com pouco conhecimento sobre as propostas-chave, programa, base filosófica e ideológica.
A vereadora carioca Sônia Rabello mencionou o site http://www.transicaodemocratica.com como importante canal de comunicação para participar do processo democrático de mudanças no PV.
O Dr. Edison da Creatinina aproveitou a chance e falou da missão que o motiva como vereador na Câmara do Rio, que é a defesa da popularização do exame de Creatinina, que mostra o nível de saúde dos rins e salva vidas. O Dr. Edison declarou também seu agradecimento por estar ocupando uma vaga de vereador e que deve a escolha pelo Partido Verde a exemplos como Sirkis, Gabeira e demais integrantes da cúpula política fundadora. Partilha do sentimento de que o partido precisa de nova oxigenação para levar o ideário verde às cidades.
Entre as propostas de mudanças no partido estão:
· A limitação dos mandatos presidenciais ao máximo de dois anos;
· Congresso programático para atualização do programa do partido para as questões atuais da sociedade;
· Transparência nas regras quanto às executivas estaduais provisórias;
· Eleições para os conselhos municipais;
· Atualização programática;
  • Convenção nacional ainda este ano.

Video gentilmente cedido por Raul Silvestre


Dr Edison da Creatinina e Dr Aluizio
A saúde representada no Partido Verde

Nenhum comentário:

Postar um comentário