2 de mai de 2011

Mais uma vez Búzios é ameaçada de ter uma área importante de ecossistemas da cidade destruída

Reproduzido do site "Ativa Búzios": http://ativabuzios.org.br/
Desta vez é a área dos alagados na Marina Porto Búzios que recebe os afluentes tratados da Estação de Tratamento de São José. Este local é um importante refúgio de aves migratórias e ricas em espécies em extinção. A empresa Klabin Segal tem por interesse, com esse estudo, fazer dois empreendimentos:
*Um estaleiro para construção e manutenção de embarcações esportivas onde o tamanho do projeto do galpão para construção das embarcações está muito acima do que é permitido pela lei da cidade.
*Um loteamento abrindo canais, criando ilhas, salinizando as águas onde os moradores só poderão chegar de barco, barcos esses que poluirão essas águas com óleo combustivel e espantando toda a sorte de animais que dependem dos alagados para sobreviver.
Também, com este empreendimento, as águas tratadas da Estação de Tratamento de São José não mais serão enviadas para os alagados e sim para o Rio Una, lembrando que o envio das águas da Estação de tratamento foi decidida em audiência Pública.
Devemos nos mover e não permitir que mais uma vez isso aconteça como com o ocorrido com o empreendimento Breezes, que, com o discurso de que " geraria " empregos para cidade, não passou de uma grande esparrela. Hoje, após dois anos de empreendimento feito, não conseguiu vender suas unidades, não há quase ninguém da cidade lá trabalhando e quase entrando em falência, tudo às custas de nossas dunas que foram destruídas.
A audiência pública virá a realizar-se dia 15 de maio as 19h no Búzios Golfe Clube. (obs.: a data contida no download está incorreta, não é dia 19 e sim dia 15)
Acesse o link para download do estudo completo da Área de Alagados da Marina no site do INEA

Nenhum comentário:

Postar um comentário