23 de mai de 2011

Niterói formaliza adesão ao movimento “Segunda Sem Carne”



Do site da Prefeitura de Niterói



A Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade de Niterói lança, no próximo dia 24 de maio, o projeto “Segunda Sem Carne”. O evento será realizado no MAC – Museu de Arte Contemporânea, às 19h30.

A iniciativa conta com o apoio da Sociedade Vegetariana Brasileira. Para o evento foram convidados todos os secretários do município de Niterói, vereadores, empresários e gestores de instituições públicas e privadas, além de diretores de colégios.

“Pretendemos que todos os órgãos municipais de Niterói façam parte do movimento. O que faremos no dia 24 será o início de um processo que implica em mudança de hábitos alimentares e isso é uma coisa que leva tempo. Esperamos contar com a adesão de restaurantes e colégios”, informa Fernando Guida, Secretário Municipal de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade de Niterói.

O “Segunda Sem Carne” surgiu em 2003, nos Estados Unidos, como Meatless Monday. Seu objetivo é reduzir em 15% a produção mundial de carne de boi, frango e derivados, fazendo com que as pessoas evitem comer carne pelo menos uma vez por semana. Com adeptos em vários países, o movimento ganhou maior notoriedade com a adesão do ex-Beatle Paul McCartney que estará no Rio de Janeiro na data do evento.

No Brasil, a campanha chegou em 2009. Aqui, além de tentar mudar hábitos alimentares, o movimento tem alertado para o fato de que um menor consumo de carne ajuda a preservar a floresta nativa, uma vez que grande parte dela é derrubada para virar pasto.

A programação do evento será formada por palestras que têm por objetivo esclarecer vários aspectos relacionados com o projeto. Farão parte da mesa a presidente da Sociedade Vegetariana Brasileira, Marly Winckler; o professor de Direito Ambiental da UFRRJ Daniel Braga Lourenço; o vegetariano Claudio Portugal; a nutróloga Thina Izidoro; a Coordenadora do Grupo Rio da Sociedade Vegetariana Brasileira, Bianca Kölling Turano e o estudante e vegetariano Noel Nascimento.

“Os impactos causados pelo consumo de carne vão muito além das questões éticas, que envolvem os direitos dos animais. A qualidade de vida e o meio ambiente podem melhorar com atos aparentemente simples como este. A dieta carnívora, sobretudo em ampla escala, é comprovadamente insustentável. A campanha é também um convite a repensar nossa alimentação cotidiana, muitas vezes pobre em nutrientes pelo simples desconhecimento da variedade de hortaliças e verduras disponíveis”, explica Fernando Guida que planeja, como próximas “atrações” do movimento, promover oficinas de culinária vegetariana.

Um pouco do sabor dessa culinária poderá ser provado no próprio evento, já que será servido um coquetel vegetariano, criado especialmente para a ocasião pelos restaurantes Bio Carioca, Refeitório Orgânico, Vegan Vegan e Bardana.

No cardápio, coutelet de batata baroa com pimenta calabresa, creme de abóbora, bobó de aipim com cogumelos, mini hambúrguer de arroz integral, quibe de tofu com damasco, esfiha de palmito, falafel, torradas e pastas (guaca-mole/berinjela/azeitonas) e tortinhas de banana e maçã com passas. Para beber, as opções serão chás aromáticos (capim-limão e anis), lassi (leite de soja, frutas e especiarias) e guaraná natural.


Nota do Blog: Na Câmara do Rio, o vereador Dr. Edison da Creatinina apresentou o projeto de lei que coloca no calendário da cidade a "Segunda sem Carne". Lançado nos Estados Unidos em 2003, o Meatless Monday tem como um de seus maiores entusiastas o Beatle Paul McCartney, que usa a sua imagem para difundir a campanha de ter uma vez por semana uma refeição sem carne e fazer a diferença no mundo, e falou sobre o assunto aos jornais, no último fim de semana, pois está na Cidade para dois concertos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário