29 de mar de 2011

Dia Mundial do Rim entrou para o Calendário da Cidade

Publicado no DCM, Diário Oficial do Poder Legislativo da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, em 29 de março de 2011

As estatísticas dão conta do significativo aumento das doenças causadas por problemas renais. Faz-se necessário, portanto, que os governos dêem mais atenção à medicina preventiva. Por este motivo, o vereador Dr. Edison da Creatinina (PV) apresentou, na Câmara do Rio, o Projeto de Lei n°844/2011 que solicita a inclusão do Dia Mundial do Rim no Calendário Oficial da Cidade. A iniciativa pretende atrair a atenção da população para identificar, o mais cedo possível, quem corre o risco de ter insuficiência renal ou outro tipo de doença do rim.

A comemoração no Município será toda segunda quinta-feira do mês de março, data que já é comemorada mundialmente. De acordo com o projeto, o objetivo é promover, principalmente neste dia, campanhas de prevenção à Doença Renal Crônica (DRC) nas redes pública e particular de ensino e de saúde da Cidade. O exame da função renal deve ser feito, especialmente, por aquele que tiver um ou mais fatores de risco como diabetes, hipertensão e obesidade. Nas crianças, as infecções urinárias e as doenças congênitas devem ser investigadas. “As doenças renais são silenciosas e mortais e afetam de forma muito importante a vida de todos. Há, entretanto, várias maneiras de reduzir o risco de desenvolver essas doenças. A carência de informação sobre a necessidade da prevenção da doença renal nos motiva a levar publicidade ao problema, o que é feito de forma ampla no Dia Mundial do Rim”, declara o vereador.


Nota do Blog: Em tempo: A divulgação da importância do exame de creatinina no sangue é a principal bandeira do Dr. Edison da Creatinina, daí ter escolhido usar como nome político o nome dessa substância, utilizada para avaliar a saúde dos rins. A luta pela realização rotineira do exame de creatinina nos hospitais públicos – uma forma rápida e que custa alguns centavos para sinalizar as doenças renais e ainda apontar outras doenças – é a principal causa de sua opção pela carreira política.

Nenhum comentário:

Postar um comentário